Author

Bárbara

Browsing

A paciência tem limites?

Adoro mães perfeitas!

Aquelas que deixam os filhos atirarem a água toda da banheira, que os deixam riscar as paredes, que não se importam com os constantes gritos dos filhos porque isso é sinal de saúde.

Adoro aquelas mães dos stories do instagram que fazem actividades perfeitas todos os dias mesmo quando eles estão doentes e estão fechados em casa há mais de uma semana.

Como é que conseguem?! A sério!

Bebem três copos de vinho depois de os deitarem ou tomam algum comprimido milagroso? Pergunta genuína!

É que eu tenho dias em que me sinto a ir à loucura. Repito trinta vezes a mesma coisa e eles não ouvem. Chamam quinhentas vezes por mim e eu ouvi e respondi à primeira.

Tenho dias em que só queria ir ao wc sozinha e ter uns filhos sossegados e que fizessem à primeira o que lhes digo! Nunca aconteceu! Se ia ter a mesma piada?  Ia claro!

Adoro os meus filhos e depois do caos passar até me rio e acho que podia ter aproveitado mais o momento me vez de lhes estar a ralhar mas eu quero educa-los, não quero só criá-los. Entendem?

A paciência deve ter limites e os miúdos são prós a testar esses limites. A minha vai-se carregando entre um berro ou outro ou outro ou mais outro e uma fugida à casa-de-banho! Quando eles deixam! 🙄

Ainda estamos aqui!

Passam-se meses e nós sem escrevermos uma linha!

Passaram os anos dos miúdos, dos dois, passou o aniversário do blog e nós deste lado nem uma linha. Uma vez por outra uma publicação no Instagram ou um re-post no facebook de algo que nos captou a atenção.

Os motivos são feitos de mil motivos e de vidas. A minha, a da Sandra, a dos miúdos, a das pessoas que nos rodeiam.  Sinto saudades de escrever, de vos contar estas vidas e acima de tudo de fazer  de tudo isto coisas normais.

Quando começamos este blog foi para servir de livro de memórias e para ajudar outros pais, que tantas vezes tem vivências iguais às nossas.

Se calhar nos últimos tempos foi difícil ser mãe e por isso mesmo difícil de partilhar histórias. Nos últimos tempos acho que foi difícil ser eu!

Mas se calhar essas fases também deve ser exorcizadas, partilhadas e mais tarde recordadas!

E mais importante é que o círculo tem que se fechar e a vida continuar, cheia de descobertas e novas aventuras. 🙂

Vamos lá! Upa! Upa!

Parabéns (atrasados!) querido blog e companheiros desse lado! Já lá vão 4 anos!

Parabéns Vicente e Sebastião! Cinco anos! Cinco anos maravilhosos cheios de indecisões, medos, birras, faltas de paciência e faltas de descanso mas cheios de amor!

até breve, beijinhos

 

Dia nacional do Pijama

E eis que chega o dia que tantos miúdos anseiam! Lá por casa o miúdo andava em contagem decrescente desde a semana passada! O dia em que todos vão de pijama para a escola!

O dia parece-me que é ansiado por miúdos e graúdos, pelo menos por aqueles a quem hoje também é permitido irem de pijama para o trabalho! (Deve ser bom, deve!)

Porém, este dia é muito mais do que brincar de pijama todo o dia, é dia de consciencializar as pessoas para o facto de existirem crianças que crescem durante anos em instituições sem a realidade uma família.

Todos os anos por cá no blog que vos falamos sobre dia e este ano gostávamos de vos lembrar novamente que qualquer um de nós pode fazer a diferença para estas crianças.

Como?

Sendo família de acolhimento, contribuindo nos mealheiros do dia do pijama, comprando o livro da Pedra Falante, falando sobre o dia e a necessidade a outros adultos, falando às crianças para que cresçam com esta consciência. Etc !

Vamos deixar as crianças gozarem o dia cheio de brincadeiras e almofadas mas não se esqueçam nunca do propósito dele! E vamos tentar mudar isto!

Lembrem-se:

“Todas as crianças têm direito a crescer numa família.”

Saibam mais aqui:

www.mundosdevida.pt

As noites! (Ainda!)

Contem-me pessoas!!

Quem daqui já fez terapia/tratamento/workshops para que os rebentos durmam melhor e quiçá aquele sonho longínquo que é dormirem a noite toda?

Cá por casa a miúda ainda acorda de noite e já vai nos 19 meses e todos culpa a mama! Mas o irmão deixou de mamar com um ano e só aos três começou a dormir a noite toda! Coisa que agora ao partilhar o quarto com a irmã também deixou de acontecer! 🤦🏻‍♀️

Por isso digam-me!! Vale a pena investir tempo e dinheiro em ajuda para isto? Ou é dar tempo ao tempo?

(Quanto tempo o tempo tem?)

Ah mas deixem-me que vos avise que aquela terapia do “deixa e deixa a chorar” comigo não dá! Ok?

Obrigada 😊

Pirulito, Calipo ou gelado de gelo!

Chega o verão (chegou?!) e apetece gelados.

O problema são os miúdos! A maioria dos gelados é uma bomba de açúcar, corantes, etc e no meu caso ainda ha a agravante do leite!! Por isso já aqui falamos de fazer gelados caseiros usando a Bimby mas há quem não tenha Bimby ou quem goste mesmo é de um geladinho de gelo como eu 🙂

Por isso fiquei happy happy quando descobri estas formas de gelado no ikea!

A maneira como tenho feito é sumo de fruta e congelo mas podem inventar com pedaços, mais cremosos, etc!

A parte boa é que todos podemos comer 😉

Deixem a mamã dormir!

Não quero assustar ninguém que sonha ter filhos mas eu desde que tenho filhos nem tenho tempo para sonhar!

Dormir é um bem que só passei a valorizar depois de ter filhos, tal é a privação de sono que sofro! Há quatro anos!!! 😱

O miúdo regra geral agora até nos dá boas noites, excepção de uma ou outra vez que quer fazer xixi mas a miúda são mais as noites em que em chama de 2h/2h que as noites em que só acorda uma vez.

Não sei se é o calor, o frio, um pico de crescimento, os dentes, o caramba… só sei que a noite chega e o meu stress aumenta!

Já pensei seriamente deixar de dormir de noite 🤷🏻‍♀️ mas então se já a dormir às prestações, de dia ando a café e a adormecer sempre que me encosto, não dormir ainda seria mais bonito! 🤦🏻‍♀️

Eu já só pedia uma noite com 5h seguidas de sono! Acho que acordava 10 anos mais nova!!

Olá!

Olá 🙂

Hoje fiquei chocada ao reparar que desde Abril não escrevo no blogue! Como é possível??
Ainda por cima com tanto para contar! A verdade é que tenho andado pelo instagram/facebook e depois o blogue vai ficando esquecido.

Já nos seguem por lá? Instagram do Caos aqui 😉

Mas não há dia que não me lembre de coisas interessantes para partilhar mas depois vem a preguiça e o cansaço e é o que se vê! 🙁

Vale a pena mudar isto! E a vossa ajuda é precisa!  Hoje recebi uma mensagem de uma futura mamã a pedir que lhe falasse de alguns tópicos e isso é uma grande ajuda para voltar a escrever! Upa, digam lá vocês também o que gostavam de ver relatado aqui no blogue!

beijinhos

 

A primeira pessoa! 🦕

Por causa da paixão pelos Dinossauros temos tido algumas perguntas difíceis cá por casa.

– “Não há dinossauros? Como morreram todos?” (A primeira vez com lágrimas nos olhos!!)

Alguém teve então a ideia de explicar que certos animais infelizmente estão extintos e outros estão em vias de extinção.

Assim a pergunta disparada a seguir foi:

-“Oh mãe porque é que as pessoas caçaram os dinossauros??”

Como não gosto de mentir expliquei que não foram as pessoas que caçaram os dinossauros porque ainda não existiam pessoas naquela altura. Explicar a parte da chuva de fogo não foi bonita!!!! 🤦🏻‍♀️🤦🏻‍♀️🤦🏻‍♀️

Várias perguntas se seguiram às quais fomos dando mais ou menos a volta.

Hoje, dias depois, no carro pergunta-me ele:

-” Oh mãe se não havia pessoas como nasceu a primeira pessoa? Se não havia a primeira pessoa como pode ter nascido uma pessoa?? ” (com um ar muito indignado!)

E agora?? Como responder e explicar isto ao miúdo???

Parece-me cedo para isto:

Vai daí que … Mandei-o perguntar ao pai!! 😂😂

Viva a liberdade!

Viva o 25 de Abril!

Viva Portugal!

Viva a liberdade!

Parem hoje 10 minutos e expliquem o 25 de abril aos vossos filhos!

Não deixem que este enorme gesto se perca num feriado como que sem significado.

Hoje é o dia de todos os portugueses!

Hoje é o dia em que alguém (foram muitos!) foi maior que ele próprio e maior que o país que libertou.

Expliquem aos vossos filhos o significado deste dia, toquem-lhes ao coração, para que nunca mais seja preciso um 25 de abril!

A revolução e a liberdade tem que caber em cada um de nós!

Viva Portugal!

Foto: jornal de monchique

Bolo de aproveitamento

Já partilhei muito com vocês que detesto deitar comida fora! É um peso na consciência que nem é bom!!

Por isso passo a vida a arranjar formas de aproveitar as coisas quando já não estão no ponto para serem consumidas ao natural.

Congelo muita fruta madura, faço sumos com frequência, faço purê de fruta, etc.

Agora arranjei uma receita de um bolo que me permite aproveitar a fruta madura e os iogurtes que estão no limite! 🙂

A receita que vou partilhar é para a Bimby mas não deve ser difícil adaptar para uma execução manual! Espero que gostem e que aproveitem!

Se fizerem a receita, partilhem o resultado! 😘

Ingredientes:

– Manteiga para untar a forma

– 1 peça de fruta cortada em quatro (maçã, pera, banana, etc)

– 120g de iogurte

– 3 ovos

– 150g açúcar

– 80g de courgete (ou óleo)

– 150g de farinha tipo 55

– 1 colher de chá de fermento

– 1 pitada de sal

– opcionalmente : 50g de coco ralado ou de cacau

Passo-a-Passo:

. Pré-aquecer o forno a 180° C.

. Untar a forma com manteiga e polvilhar com farinha

. Colocar no copo da Bimby a fruta e picar 5seg/vel 5

. Acrescentar o iogurte, os ovos, a courgete, o açúcar e caso se queria acrescentar também o coco ou o cacau.

. Bater 2min/vel 6

. Acrescentar ao copo a farinha, o fermento e o sal. 8seg/vel 3

. Deitar na forma e levar ao forno por 30 min.

. Comer 😁