Author

Bárbara

Browsing

As mães cantoras!

Sempre achei piada às mães que cantam para embalar os filhos e sempre me ri quando ao cantarem transmitem recados sem perturbar a melodia.

O meu bebé vai nanar,
vai nanar o meu bebé,
apaga o candeeiro,
vai nanar o meu bebé.
Põe aqui o telemóvel
e põe só a vibrar,
o meu bebé vai nanar,
vai nanar o meu bebé.

E era também para o que eu estava guardada!

Obesidade infantil

Hoje trago-vos um tema sério. Mais que sério, difícil!

Esta semana fomos ao pediatra à consulta dos 12 meses. Está tudo muito bem com o nosso miúdo mas viemos com um alerta.
O V. tem excesso de peso!
Está com peso a mais para a altura dele e como nos mostrou o pediatra está na linha abaixo da obesidade.
Nada de grave, mas fica a recomendação: não quer comer, não come! e bolachinhas e pãozinho é de evitar.

Saímos da consulta despreocupados, sabemos que o pequeno é gordinho e roda baixa mas é lindo e a obesidade é um cenário que não estamos bem a ver.
Todos nos disseram que o pediatra é um exagerado e que o menino é “cheiinho” e blá blá blá.

O pediatra não é um exagerado, viu a curva do percentil e avisou-nos!

Os hábitos alimentares são importantes no crescimento correto e saudável de uma criança, principalmente numa criança que come o que lhe dão e não o que escolhe.
Portanto os pais, família, educadores, cuidadores, são responsáveis por uma alimentação correta.

Deve ser por estes comportamentos de negação por parte das famílias que uma em cada 3 crianças em Portugal tem excesso de peso e destas, muitas, mesmo muitos são obesas.

A obesidade é uma doença que acarreta problemas gravíssimos, físicos e psicológicos, e se há um alerta emitido aos pais, é nosso dever cuidarmos dos nossos filhos.

Estou tranquila quanto ao V. , ele tem imensa genica, é muito ativo e acredito que o excesso de peso com o facto de já andar e aliado depois a algumas atividades extras, se consiga resolver. Mas acreditem que passarei a olhar para a alimentação dele com outros olhos, pelo menos até à próxima consulta.

Não sou daquelas mães que enche os filhos de comida, quando não quer, insisto uma vez e não insisto mais, mas sou daquelas que em vez de duas conchas de sopa põe 2 conchas e meia. Agora, bem que só marcharão 2 conchinhas!

Não se ama mais um filho por ser magro ou gordo, mas quer-se o melhor para ele e como podem ver no filme que vos deixo feito pela APCOI* ,  se não cuidarmos dos hábitos alimentares dos nossos filhos estamos a prejudicar seriamente as nossas crianças.

Fiquem com estes pormenores e cuidem dos vossos miúdos!

beijinhos
Bárbara
Tomem nota:

– Uma em cada três crianças Portuguesas tem excesso de peso.

– 33,3% das crianças entre os 2 e os 12 anos têm excesso de peso, das quais 16,8% são obesas.

– De acordo com a Comissão Europeia, Portugal está entre os países da europa com maior número de crianças afectadas por esta epidemia.

– Mais de 90% das crianças portuguesas consome fast-food, doces e bebe refrigerantes, pelo menos quatro vezes por semana.

– Menos de 1% das crianças bebe água todos os dias.

– Só 2% ingere fruta fresca diariamente.

– De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a obesidade é a segunda principal causa de morte no mundo que se pode prevenir, a seguir ao tabaco.

*Associação Portuguesa contra a obesidade Infantil

A obesidade infantil é um problema sério para a saúde das crianças

Vamos às compras!

O pai diz que visto o filho à beto!

Eu defendo-me, digo que não, é hipster!

E o pai responde-me que os hipsters são os novos betos!

Posto isto diz-me que tenho é que comprar roupa streetwear para o miúdo.

Eu respondo que ele só fez agora um ano e que até aqui era muito difícil encontrar roupa que seja original e que fuja do estereótipo. E que os carapuços enquanto não andava só atrapalhavam! Além do mais, as roupas giras-que-se-fartam são caras. O pai responde que não faz mal e que é para comprar!

Oh papá, a mamã quer é ir às compras! Upa, Upa! 😉

nerd_or_hipster_t670

A foto devia ser com betos, mas só encontrei os fofinhos dos nerds!

 

E agora cá para nós, onde compram as roupas mesmo-giras para os vossos pequenos?

Beijinhos

Bárbara

Sempre do contra!

Sou só eu a achar que os bebés são do contra?

Vamos no carro, o sol imenso, colocas a fraldinha de pano estrategicamente pendurada de forma a protege-los do sol. A primeira coisa que fazem? Sim, tirar a fralda! E depois choram que se fartam porque o sol está a bater-lhes na cara!!! Oh bebé!!!

Doente! :(

Neste momento tenho a casa sossegada.  Há só o ruído baixinho da tv e os latidos dos cães lá fora.

O pequeno está a dormir, hoje está doente, febre. Está assim desde ontem e parte-me o coração vê-lo tão choquinho. Logo ele que abana a casa toda com a sua energia.

Aproveitei para almoçar, agarrada ao intercomunicador, não vá ele chorar e eu não dar conta.

A seguir vamos ao médico, seria a consulta dos 12 meses, seria porque estando assim não vou dar as vacinas e ainda estou a pensar se vamos à parte das medições, pesagens e afins. Depende de como o meu pisco acordar. Mas vamos à consulta e aproveitamos para perceber se temos uma virose de hóspede ou que bicho chato anda ai.

Odeio vê-lo assim! Como qualquer mãe, avó, tia odeia… já sei.

Amanhã o meu amor faz 1 ano! Não me lembro de ter enviado convite à febre nem à conjuntivite e muito menos a qualquer maleita. Por isso, upa upa, tá a andar que nós temos muito que festejar no fim-de-semana.

Beijinhos

Bárbara

[escrito a 29-01-2015]

Hoje.
Infecção na garganta, amigdalite, é isso que chateia o meu menino!
Continua com febre mas o antibiótico já está a trabalhar!

Um ano meu amor, fazes hoje um ano!
que viagem!!!
Hoje festejamos contigo assim mais quentinho, mas não faz mal!
Amo-te mto piscoleto da mamã!