Author

Sandra

Browsing

A fase do cocó

Tenho a sorte de o Sebastião ainda não ter aprendido nenhuma asneira. Nunca dizemos à frente dele e pelos vistos, na escola, não há ninguém que use termos menos próprios.

Mas, miúdos, são miúdos, não é?

Ele tinha que arranjar qualquer coisa para dizer às escondidas.

Entrou então na fase escatológica.

Diz baixinho: Cocó e Xixi de desata-se a rir que nem um louco.

Quanto mais dizemos para não dizer mais ele junta a palavra a várias frases.

Normalmente, nunca diz alto. Chega ao pé do nosso ouvido e diz: Cocó, ou então, uma frase a que junta no fim a palavra.

Algumas das melhores são: Gosto muito de ti e do Cocó, Esta comida é muito boa e do cocó…

Estamos nisto lá em casa 🙂

Quem Nunca?

Hoje de manhã estava a trocar uma mensagem com a Bárbara no exacto momento em que o Sebastião estava a ter um resgate emocional porque não queria se vestir. Nesses momentos, logo pela manhã, às vezes é muito difícil lidar.

Nunca vos apeteceu desistir de ser mãe/pai?

Estão a olhar para mim de lado? Sinceramente que nunca? Eu às vezes sinto-me a Ally McBeal, lembram-se dessa série?  Imaginem, ele a fazer uma birra daqueles descomunais  e eu calmamente a dizer-lhe que assim não reunimos condições para continuar a nossa relação a agarrar na mala e a sair porta fora. Isto desenrola-se em segundos na minha cabeça e depois lá continuo a tentar, umas vezes calmamente outras nem por isso, a tentar convencê-lo que está na hora de vestir. Gostava de pensar que não sou a única a sentir-me assim. 🙂

O fantástico disto da maternidade é que rapidamente nos esquecemos destes momentos de desespero.

Basta ele dizer alguma coisa querida ou apertar a nossa mão e já não nos lembramos que há 10 segundos atrás queríamos mandar tudo pelo ar. Ainda agora desejávamos ardentemente estar solteiras num país distante e agora só estamos tristes porque não temos mais filhos.

Isto de certeza que é uma hormona qualquer que se activa quando somos pais…

 

 

 

Concurso de Natal!

Olha o Concurso de Natal fresquinho! Oba! Oba! O Natal chegou mais cedo ao Sweet Caos!

Temos 2 presentes hiper-mega-giros para as vossas crianças!!!

Educa Borras vai ser o nosso Pai Natal e oferecer às 2 pessoas mais ‘bem comportadas’  uns deliciosos Animastutos!

Os Animastutos são uma nova proposta de jogos eletrónicos educativos da Educa Borras com várias personagens unidos por uma história comum.

Temos para oferecer o Doc e a Haku neste Concurso de Natal!

Doc

O Doc é o companheiro de jogos perfeito para que as crianças da casa se familiarizem com a linguagem e criem hábitos de leitura. As letras e as palavras não têm segredos para este Animastuto, e como tal os mais pequenos irão aprender rapidamente esta área.

Para além disso, é muito observador e as crianças podem desenvolver a sua memória com ele.

Haku

A Haku é a especialista na ciência e nas experiências! Ao jogares com este Animastuto, aproximas-te do mundo da natureza com grande entusiamo.

As crianças vão divertir-se a provar novos alimentos, porque esta panda é uma grande cozinheira e nunca tem problemas em provar tudo o que cozinha.

Cada produto Animastuto contém:

  • Um Animastuto com cartões interativos com um tema educativo central e vários temas educativos transversais.
  • Uma história ou conto em formato de livro e explicado pelo mesmo animal (contadores de histórias)
  • Canções
Não vos dissemos que eram uns presentes hiper-mega-giros para as vossas crianças!!!

Estamos completamente apaixonadas pelos Animastutos!

Como é que podem ganhar o Doc ou a Haku?
  1. Escrever uma frase original sobre os Animastutos nos comentários deste post (facebook ou site)
  2. Fazer like na página do Sweet Caos
  3. Fazer like na página da Educa Borras (https://www.facebook.com/EducaBorras/)
  4. Partilhar este post e identificar a marca @educaborras e 3 amigos à escolha.
  5. Este passatempo termina Domingo dia 10 de Dezembro às 23:59h.
  6. Os dois vencedores serão escolhidos em conjunto com a  Educa Borras e contactados por mensagem privada.

(O Facebook não tem qualquer responsabilidade por cada inscrição ou participante, nem a promoção é de forma alguma patrocinada, aprovada, administrada ou associada ao Facebook.)

Dar a volta às birras

Querem uma ajuda com as birras?  Também eu queria 😀

Agora a sério, vou-vos contar o que aconteceu lá em casa esta semana e pode ajudar alguma coisa.

Sabemos que há dias menos bons, não é? Mesmo usando as estratégias das birras.

Nós estávamos com um problema lá em casa. Todas as manhãs havia choro e birras.

Primeiro para vestir, alguns dias para comer, sempre para lavar a cara e os dentes. Resumindo, quando finalmente o deixávamos na creche já estávamos completamente esgotados.

Começámos a conversar e realmente não podia continuar isto todas as manhãs. As birras faziam parte da nossa rotina. Era sempre nas mesmas alturas, pelos mesmo motivos.

Optámos pelo plano B, (o plano A incluía atirá-lo pela janela e não houve unanimidade 😉 ) decidimos mudar as rotinas!

Não foi uma pequena mudança. Foi mesmo uma mudança total.

A ordem pelo qual fazemos as coisas, por exemplo: só o vestíamos depois do pequeno almoço e passou a ser a primeira coisa que fazemos quando acorda. Deixou de ver um episódio da Patrulha Pata para montar Lego ou fazer um puzzle. Passou a ajudar a fazer o pequeno-almoço da família. Mudámos algumas coisas do que comíamos. Ele é que mistura a massa das panquecas (sim! fazemos panquecas de manhã), o iogurte com muesly. Participa em tudo. Põe a mesa. Nós (os pais), nunca nos sentávamos para tomar o pequeno-almoço durante a semana, era sempre em pé no balcão da cozinha e agora sentamos-nos à mesa os três e ouvimos música.

Até comprámos uma nova pasta de dentes 🙂

Tenho-vos a dizer que rapidamente nos adaptámos às novas rotinas e as birras diminuiram em 80%!! Queremos chegar aos 100% mas quem queremos enganar? Isso não vai acontecer com a personalidade vincada do Sebastião. Aliás, hoje que está a ficar um bocadinho doente já foi mais complicado.

Mas, tenho-vos a dizer que estes últimos dias têm sido muito bons! Experimentem!

 

Buéda Fixe!

Estamos na fase do ‘Buéda’!

Eu estou buéda crescido. Isto é buéda comida. Estes desenhos são buéda fixes.

E por aí fora. Ao princípio fiquei um bocado surpreendida. Onde é que ele foi apanhar isto?

Até que…

 

É meu! Eu digo buéda, buéda mais vezes do que devia.

Fui tão apanhada.

Falta de Humor

Onde é que está definido que para ser adulto temos que abdicar do sentido de humor?

É que, com tanta coisa que leio por aí em relação à parentalidade, esse deve ser um critério obrigatório para ter filhos.

Cada um sabe de si mas estou farta de gente que acha que tem sempre razão e não tem humor nenhum.

Como se existisse o manual certo para ser pai ou mãe e que nos obrigasse a nunca gritar mas também a nunca rir.

Por favor, poupem-me à vossa ‘maturidade’. Riam-se. Sejam felizes. Não se levem demasiado a sério.

Oferta Aulas de Música

Os miúdos aí em casa têm jeito para a música?

Que tal levar isso um pouquinho mais a sério? Parece-nos uma óptima ideia por aqui. Por isso mesmo temos uma Oferta Aulas de Música* para quem nos lê aqui no Sweet Caos. 😀

Vejam em baixo o que temos para oferecer.

O Prof. Tiago Paulos Veiga dá aulas de música ao domicílio de modo a explorar melhor o talento musical das crianças.

Estão disponíveis aulas de:

– Guitarra eléctrica;
– Guitarra clássica;
– Piano;
– Formação Musical;
– Preparação para exames de música.

As aulas podem ser iniciadas em qualquer momento do ano (lectivo).

As aulas estão destinadas a alunos de todas as idades.

As aulas são preparadas em função das características, interesses e gostos musicais dos alunos.
Podem trabalhar-se vários géneros musicais: música clássica, pop-rock, jazz, tradicional, etc.

Realizam-se planos de estudos para alunos que queiram concorrer a escolas profissionais (p.e., Metropolitana de Lisboa), bem como apoio a outro tipo de alunos de música.

As zonas preferenciais para aulas ao domicílio:
Paço de Arcos, Oeiras, Porto Salvo, Caxias, Sassoeiros, São Domingos de Rana, Carcavelos.
Outras zonas poderão ser possíveis.

*OFERTA 50% da MENSALIDADE DO MÊS DE JULHO EM INSCRIÇÕES FEITAS ATÉ AO FINAL DE NOVEMBRO

oferta aulas de música

E quais são os valores das aulas? Pois bem,  aqui fica a informação.

As mensalidades para aula de grupo são a partir de 50€/mês. As mensalidades para aula individual são a partir de 75€/mês. Os preços variam consoante a localização do domicílio dos alunos. A mensalidade diz respeito a 1 aula semanal com a duração de uma hora. Cada mensalidade dá direito a 4 ou 5 aulas (horas) por mês, consoante os calendários mensais. É possível a parceria com instituições (ATLs, escolas, etc.) que queiram abrir oferta desta actividade. Nesse caso os preços e condições são renegociadas caso a caso.

Se quiserem conhecer um pouco melhor o trabalho do Prof. Tiago Paulos Veiga podem visitar a página de facebook: https://www.facebook.com/pg/aulasmusicacascaisoeiras e o site: http://www.tiagopaulosveiga.com/

Se quiserem aproveitar a OFERTA 50% da MENSALIDADE DO MÊS DE JULHO EM INSCRIÇÕES FEITAS ATÉ AO FINAL DE NOVEMBRO é só ligarem para o nº: 927 546 525.

 

 

Lágrimas do fogo

A televisão estava ligada nas notícias. As imagens indescritíveis dos últimos dias sucediam-se. Comentávamos entre nós o pesadelo das populações do nosso país. O Sebastião brincava num canto.

Começa um segmento em que uma das inúmeras vítimas dos incêndios fala da casa que perdeu. O meu filho levanta-se e vem ter comigo. ‘Mãe, porque é que ela está a chorar?’

Acho que não estava preparada para aquela pergunta. Imediatamente, os meus olhos também se encheram de lágrimas e com a voz meio embargada respondi-lhe: ‘Está a chorar porque ficou sem casa.’

‘Porque é que ela ficou sem casa?’ – O pai continuou a responder pois naquele momento eu não conseguia.

‘Porque houve um incêndio muito grande e a casa ardeu, às vezes acontecem coisas más e não podemos fazer nada.’

Às vezes acontecem coisas más e não podemos fazer nada. Será?

Nota: A fotografia fantástica que está neste post é de Adriano Miranda e foi retirada do jornal Público.

 

 

 

Fruta verdadeira

(Este post não é patrocinado.)

Queria partilhar convosco o que descobri antes das férias. Ofereceram-me fruta da marca Hero para o miúdo experimentar.

hero fruta

 

 

 

 

 

 

 

Apesar do miúdo normalmente comer fruta fresca. As bolsitas são uma boa opção para o lanche quando saímos. A Bárbara já cá tinha falado das vantagens das frutas em boião. Verdade que quando eles são mais pequenos, este tipo de soluções, são mesmo muito práticas.

Eu já conhecia a marca por trabalhar profissionalmente com eles mas, na verdade, nunca tinha experimentado os seus produtos da categoria de Baby.

No site português da marca podem encontrar mais informação mas, resumindo:

A Hero é uma multinacional especialista na área de nutrição e alimentação, fundada em 1886 em Lenzburg, Suíça. Atualmente o Grupo Hero está presente em aproximadamente 30 países da Europa, Estados Unidos e China, assim como em mercados no Médio Oriente e Norte de África.

Na área da nutrição infantil (Hero Baby) são líderes de mercado em Espanha.

Claro que estas informações só são relevantes se realmente tivermos confiança na marca e os nossos bebés gostarem dos produtos.

Eu não sei se são como eu, mas não existe nada que eu dê ao Sebastião que não prove primeiro :).

Eu acho que todas os pais são as provadores e os comedores de restos oficiais em qualquer casa.

Fomos passear e eu levei as bolsitas dentro da mala. Quando deu a fome ao miúdo ofereci-lhe uma bolsita e provei primeiro.

E a experiência foi mais ao menos assim:

Nunca, repito, nunca experimentei nenhum outra fruta embalada com este sabor.
Só existe uma maneira de as coisas saberem igual, fazendo em casa com fruta biológica e mesmo assim, garanto-vos, que as que fazia para ele quando era bebé não são tão boas como estas.
hero fruta
Os sabores são realmente deliciosos e aconselho-vos a experimentarem.
A gama que experimentei é totalmente biológica e chama-se Solo – ou seja, só tem fruta mesmo – e os ingredientes do que ele está a beber na fotografia são estes: puré de maçã biológica (41,9%), puré de banana biológica (29%), puré de cenoura biológica (29%) e sumo de limão biológico a partir de concentrado.
Ele depois de beber esta quis logo outra a seguir de: Banana, Pêra e Laranja. Adorou o sabor.
Em relação aos boiões os sabores são mais simples Maçã verde, Banana e a mistura clássica: Pêra e Maçã.
São todos deliciosos.
Ele gostou dos sabores mas simplesmente recusou a comer os boiões: Mãe, eu gosto mas esses são dos bebés! Eu quero dos crescidos. Os dos crescidos são as bolsitas.
Talvez eu tenha comido alguns dos boiões (não estava lá ninguém a ver por isso não há provas).
Com o resto, sabem o que fiz para o lanche do miúdo? Panquecas!!! Sim, e ficaram deliciosas! Têm mesmo que experimentar. Em vez de usarem leite, substituem pelos boiões.
Já vos disse que são a partir dos 4 meses? Podem agradecer depois 🙂
Já podem encontrar estes produtos Hero Baby no Continente, também já existem no Intermarché e E.Leclerc.
Podem ver os produtos que existem no site: www.hero.pt
Ainda tenho lá em casa a papa para experimentar. Pelo resultado da fruta, tenho a certeza que vai ser muito boa. Como se lembram, nós nunca fomos muito adeptos de papas. Mas existe um dia na creche que o lanche é papa. O Sebastião já me perguntou: Mãe, tu sabes que eu gosto de papa? Já sei que da próxima vez que vier com essa conversa é desta que lhe vou dar.HB - SOLO FARINHA 300G

Actividades de Outono

Chegou o Outono. Eu confesso, já vos tinha dito aqui, que não tenho muito jeito (nem paciência) para as actividades manuais. Mas está provado que depois de sermos pais temos que nos transformar todos numa Martha Stewart.

Portanto, agora estamos na fase de reunir coisas sobre o Outono.
Consegui, há hora do almoço, preparar umas imagens com poemas e canções, juntamos umas nozes, folhas e o Outono do Vivaldi e já temos um pacotinho jeitoso de contribuições 🙂

 

E vocês? Como está a ser o vosso Outono? 😀