Category

Bárbara

Category

Bolo de aproveitamento

Já partilhei muito com vocês que detesto deitar comida fora! É um peso na consciência que nem é bom!!

Por isso passo a vida a arranjar formas de aproveitar as coisas quando já não estão no ponto para serem consumidas ao natural.

Congelo muita fruta madura, faço sumos com frequência, faço purê de fruta, etc.

Agora arranjei uma receita de um bolo que me permite aproveitar a fruta madura e os iogurtes que estão no limite! 🙂

A receita que vou partilhar é para a Bimby mas não deve ser difícil adaptar para uma execução manual! Espero que gostem e que aproveitem!

Se fizerem a receita, partilhem o resultado! 😘

Ingredientes:

– Manteiga para untar a forma

– 1 peça de fruta cortada em quatro (maçã, pera, banana, etc)

– 120g de iogurte

– 3 ovos

– 150g açúcar

– 80g de courgete (ou óleo)

– 150g de farinha tipo 55

– 1 colher de chá de fermento

– 1 pitada de sal

– opcionalmente : 50g de coco ralado ou de cacau

Passo-a-Passo:

. Pré-aquecer o forno a 180° C.

. Untar a forma com manteiga e polvilhar com farinha

. Colocar no copo da Bimby a fruta e picar 5seg/vel 5

. Acrescentar o iogurte, os ovos, a courgete, o açúcar e caso se queria acrescentar também o coco ou o cacau.

. Bater 2min/vel 6

. Acrescentar ao copo a farinha, o fermento e o sal. 8seg/vel 3

. Deitar na forma e levar ao forno por 30 min.

. Comer 😁

Inverno!

Quão difícil pode ser o inverno?

Será que a culpa é mesmo do inverno?

Estou farta de viroses, otites, laringites e mais não sei quantas ites!

A semana passada tive o miúdo em casa com virose, esta semana tenho a miúda e que difícil está em ficar boa!!!

Sinto-me a mim cada vez mais inverno! Estou tão cansada!!!

Agora vamos relativizar!

Há pais que sentem inverno todo o ano… 🙁

Isto há-de passar!! 🙏

O inverno pode ser a alegria da neve e o cantar do vento! Vamos acreditar!

Gaaaaaaaaaato!

O tempo quando temos um bebé não voa, evapora-se! E se hoje começam a explorar as mãos, amanhã já falam e no dia a seguir estão a caminhar pela casa fora!

Cá em casa há cerca de um mês que as palavras ganham outra cor pela boca da nossa pequena!

Um “olá” perfeito, um mamã delicioso que se calhar até é mama 😂!

A palavra surpreendente é gato!! Que ela diz pausadamente e demoradamente “gaaaaaaaaaaaaaaaaaato!” 🐈!

Engraçado que já o mano teve numa das suas primeiras palavras o nome da nossa gata! 😍 Os nossos gatos roubam a atenção aos demais habitantes da nossa casa! 😂😂

Acho que o pai tem motivos para ficar com ciúmes! Ehehehe

E por aí, quais foram as primeiras palavras dos vossos miúdos? 🙂

Parabéns Sebastião!

É tarde! O dia já vai longo e no corre-corre do dia falhou-me o mais importante, dar-te os parabéns!!

Parabéns sweet Sebastião!!!

Que a vida te dê sempre a abundância do amor e da felicidade!

Parabéns queria Sandra!! Sente o meu abraço apertado! Quatro anos caramba! Que grandes estão os nossos pequenos!!!

Parabéns Zé! Obrigada mais uma vez pelo miúdo incrível que partilhas connosco!

O sweetcaos hoje está em festa! Viva o nosso Sebastião!!!!

O quê? Porquê?

Não sei muito bem qual é a idade dos porquês! Mas julgava que a coisa se dava só lá para os sete/oito anos.

Na verdade, cá por casa, desde os três anos que vivemos nesse infinito questionamento! 🤦🏻‍♀️

Se não é o “porquê?” é “o quê?” , que nos obriga a repetir uma frase que ele não percebeu à primeira. Normalmente após a repetição segue-se um “porquê?”!

É tão cansativo!!!

Acredito que seja benéfico para ele, que isto representa inteligência, curiosidade, crescimento. Mas tem mesmo que questionar tudo?? 🤔

Parabéns!!

Foi um dia a correr!

Foi um dia feliz!!

O meu miúdo fez 4 anos!!

Estava feliz com todos os mimos que preparamos para ele!

Agora ao deitar perguntei-lhe se gostou, disse que sim! Diz que adorou!

E de tudo escolheu duas coisas como as melhores do dia, e foram as que tratei a pensar nele! 😍

Fiquei de coração cheio!

Quatro anos! Ainda me custa acreditar!!

Parabéns meu amor!

Parabéns a nós também aqui no blog que começamos esta aventura precisamente há três anos!!! Andamos parcas é certo, mas estamos aqui, acho que andamos em busca das palavras e de tempo para as palavras!

Sobre o Sweet CaosFazemos três anos de blog e tem sido uma experiência maravilhosa, tudo graças a termos quem nos leia e nos incentive! Obrigada 😘

Fomos ao cinema!

Fui com o miúdo pela primeira vez ao cinema!

Cheia de medo, confesso! Pronta para sair a meio do filme.

Ele gosta de filmes mas não se senta a ver um filme do princípio ao fim. Vai comer, vai ao wc, vai brincar, fala que se farta.

As probabilidades de isto correr bem eram poucas! Mas mesmo assim lá fui.

Eu adoro cinema e estava ansiosa para ver a reação dele! Será que ia ter parceiro para esta paixão? 🙂

Correu tão bem! ❤️

Claro que não ficou quieto o tempo todo! Esteve sentado, esteve ao colo e houve uma altura em que se deitou com a cabeça nas minhas pernas. Mas isso eu compreendo, com três anos estar sentado hora e meia é duro!

Não fez barulho e esteve sempre atento! Houve alturas que espreitei pois desconfiei que tinha adormecido de tão sossegado que estava! 😂😂

Agora só me pede para repetir! Quer ir ver o Ferdinando!

Vamos a ele!

(Pena os bilhetes serem tão caros e uma tarde de cinema ficar um disparate de dinheiro se decidirmos acrescentar aos bilhetes umas pipocas ou umas gomas!)

E na doença?

Por cá as coisas estão a melhorar, o miúdo está a ficar fino mas infelizmente a miúda teve mesmo que ser internada e por isso desde domingo que estamos no hotel!

A parte boa é que em dois dias há melhorias visíveis no estado dela! E assim já valeu a pena!

O que me leva a escrever hoje não é sobre os meus filhos, mas sobre aqueles filhos sem pais, que estão institucionalizados.

Quem dá o colo tão importante na hora da doença? Quando vão às urgências de um hospital? Quando uma enfermeira lhes tira sangue?

Estávamos nas urgências e um menino de dois anos queixava-se da barriga. Chorava muito e o colo da mãe era o lugar seguro dele para descansar entre as mãos da equipa hospitalar que tentava entender a razão da queixa! Ele adormecia, até nova ronda de mãos.

Do outro lado uma bebé chorosa forçada a fazer medicação, consolada com o colo e o abraço da mãe em segundos!

E os filhos que não tem pais?

Chorei… desolada na dor que tantas crianças devem sentir, no vazio que carregam no peito e na falta do lugar seguro.

Lembro-me muitas vezes dos meninos institucionalizados que se preocupam com quem faz o turno da noite ou da manhã. Não tem uma família para eles, tem funcionários, que acredito saibam dar amor, mas tiram folgas e férias.

Será que vocês me percebem?

Até onde vai o nosso conforto e o nosso receio para não mudarmos isto?

Porque é que a adopção é na sua maioria feita apenas por casais que não podem ter filhos?

Porque não somos todos famílias de acolhimento?

Eu sei as respostas todas! Só não sei se este nosso egoísmo receoso deverá ser maior que o amor. Não deveria!!

Diferenças entre manos!

aqui falei na diferença da aparência entre os meus filhos. Ele é loiro e ela morena.

Mas as diferenças são tantas que podia fazer um blog só com isso! (Acho que também já disse isso!)

Estão os dois doentes.

Ele, que nunca me ficou choco, quando tem febre parece ter tomado redbull, acelerado como nunca vi!! Mas come igual, brinca igual… só se nota porque fica com os olhos vidrados e claro aquele aceleração mais acelerada que o costume. É capaz de acordar às 4 da manhã a tagarelar de tal forma que percebemos logo que tem febre. Fala, fala, fala! É preciso dar espaço e esperar mais de uma hora para que a medicação faça efeito e ele se acalme para voltar a dormir.

Ela! Chorosa, choquinha, queixosa… olhos de carneirinho, só quer colo, só quer encosto…

Tão diferentes! E eu que não estava habituada a ter um filho doente, doente! Se é que me entendem!

Quando o ele está doente só temos que o entreter. Porque ele come, ele toma bem a medicação, ele já fala (que ajuda tantoooo saber o que dói!) , ele só precisa que brinquemos com ele para o ajudar na aceleração.

Ela, há quase uma semana que mal come e já se nota nas bochechas ;(

A medicação tem alturas que vai bem outras que nem por isso. Não se ri, não quer brincar…. uma dor só de ver!!

E desta vez ainda por cima está tão difícil de passar!!

E agora lá para mais uma noite, são sempre mais difíceis as noites que os dias, não é? Mas acreditamos que amanhã já será melhor e tudo vai passar!! ❤️🙏

Doentes!

Tem sido uns dias do catano cá por casa! Fruto da época em que estamos, frio e agora chuva, a miúda ficou doente e agora está também o miúdo!

Não me venham dizer que se vive melhor no inverno, que é preciso é saber vestir, que isto e aquilo! De verão não há bronquiolites nem otites nem outros bichos acabados em ites!!!

Desde domingo a miúda já foi três vezes ao médico, deixou de se rir e de comer, até para mamar era difícil!! Rais parta!!

Esta noite foi a vez do pequeno fazer febre e vamos ver no que dá!! E será que os pais cá de casa se safam desta?

Agora só queria ver os dois bem novamente!!

Parece que estes dias se tornam os piores dias da nossa vida! Que a febre nunca mais desaparece! Que ficamos cheios de dúvidas quanto à origem da dita! Credo!!

– Passa tempo e deixa os medicamentos fazerem efeito. Oupa!

– vai-te embora tosse maldita!

Para todos que estão na mesma situação que nós, lembrem-se que vai passar! ❤️