Category

Nutrição e Receitas

Category

Fruta verdadeira

(Este post não é patrocinado.)

Queria partilhar convosco o que descobri antes das férias. Ofereceram-me fruta da marca Hero para o miúdo experimentar.

hero fruta

 

 

 

 

 

 

 

Apesar do miúdo normalmente comer fruta fresca. As bolsitas são uma boa opção para o lanche quando saímos. A Bárbara já cá tinha falado das vantagens das frutas em boião. Verdade que quando eles são mais pequenos, este tipo de soluções, são mesmo muito práticas.

Eu já conhecia a marca por trabalhar profissionalmente com eles mas, na verdade, nunca tinha experimentado os seus produtos da categoria de Baby.

No site português da marca podem encontrar mais informação mas, resumindo:

A Hero é uma multinacional especialista na área de nutrição e alimentação, fundada em 1886 em Lenzburg, Suíça. Atualmente o Grupo Hero está presente em aproximadamente 30 países da Europa, Estados Unidos e China, assim como em mercados no Médio Oriente e Norte de África.

Na área da nutrição infantil (Hero Baby) são líderes de mercado em Espanha.

Claro que estas informações só são relevantes se realmente tivermos confiança na marca e os nossos bebés gostarem dos produtos.

Eu não sei se são como eu, mas não existe nada que eu dê ao Sebastião que não prove primeiro :).

Eu acho que todas os pais são as provadores e os comedores de restos oficiais em qualquer casa.

Fomos passear e eu levei as bolsitas dentro da mala. Quando deu a fome ao miúdo ofereci-lhe uma bolsita e provei primeiro.

E a experiência foi mais ao menos assim:

Nunca, repito, nunca experimentei nenhum outra fruta embalada com este sabor.
Só existe uma maneira de as coisas saberem igual, fazendo em casa com fruta biológica e mesmo assim, garanto-vos, que as que fazia para ele quando era bebé não são tão boas como estas.
hero fruta
Os sabores são realmente deliciosos e aconselho-vos a experimentarem.
A gama que experimentei é totalmente biológica e chama-se Solo – ou seja, só tem fruta mesmo – e os ingredientes do que ele está a beber na fotografia são estes: puré de maçã biológica (41,9%), puré de banana biológica (29%), puré de cenoura biológica (29%) e sumo de limão biológico a partir de concentrado.
Ele depois de beber esta quis logo outra a seguir de: Banana, Pêra e Laranja. Adorou o sabor.
Em relação aos boiões os sabores são mais simples Maçã verde, Banana e a mistura clássica: Pêra e Maçã.
São todos deliciosos.
Ele gostou dos sabores mas simplesmente recusou a comer os boiões: Mãe, eu gosto mas esses são dos bebés! Eu quero dos crescidos. Os dos crescidos são as bolsitas.
Talvez eu tenha comido alguns dos boiões (não estava lá ninguém a ver por isso não há provas).
Com o resto, sabem o que fiz para o lanche do miúdo? Panquecas!!! Sim, e ficaram deliciosas! Têm mesmo que experimentar. Em vez de usarem leite, substituem pelos boiões.
Já vos disse que são a partir dos 4 meses? Podem agradecer depois 🙂
Já podem encontrar estes produtos Hero Baby no Continente, também já existem no Intermarché e E.Leclerc.
Podem ver os produtos que existem no site: www.hero.pt
Ainda tenho lá em casa a papa para experimentar. Pelo resultado da fruta, tenho a certeza que vai ser muito boa. Como se lembram, nós nunca fomos muito adeptos de papas. Mas existe um dia na creche que o lanche é papa. O Sebastião já me perguntou: Mãe, tu sabes que eu gosto de papa? Já sei que da próxima vez que vier com essa conversa é desta que lhe vou dar.HB - SOLO FARINHA 300G

Muffins de Maçã sem açúcar

Não tem havido muito tempo para receitas novas lá em casa mas no fim-de-semana apeteceu-me fazer um ‘miminho’.

O miúdo tinha andado doente a semana toda, sem comer nada de jeito e eu pensei que uns queques era uma coisa que ele era capaz de comer.

Queria uma coisa sem açúcar e que só levasse os ingredientes que tinha em casa.

Reinventei uns queques de maçã (muffins para me armar em chique) e tenho-vos a dizer que ficaram óptimos!

Usei o robot de cozinha mas dá perfeitamente para fazer sem robot, basta usar uma picadora.

 

img_5898

Ingredientes:

2 Maçãs

180g de Farinha com Fermento

50g de Azeite

1 Iogurte Natural

100g de Sultanas

Confecção:

1- Picar bem as maçãs e reservar numa taça.

2- Colocar a farinha e as sultanas no robot e pulverizar. (se usarem a picadora, piquem as sultanas só com um pouco de farinha para não colarem e depois misturem a restante)

3 – Juntar a esta mistura de farinha e sultanas, o iogurte e o azeite. Misturar bem.

4 – Despejar este preparado às maçãs picadas e envolver bem.

5 – Dispôr nas formas (deu 12 queques e não ficam muito grandes)

6 – Levar ao forno (180º) durante 30 minutos.

Eu optei por em metade colocar muesli por cima e deixar os outros simples. Ficaram deliciosos. Com um óptimo sabor a maçã.

O Sebastião não comeu nem um… Diz que aquilo não é bolo… 🙂

img_5902

Smothie para a menina, para o menino e para o bebé!

Cá em casa andamos constantemente na luta por uma alimentação mais saudável. 

E se às vezes não resistimos a comida processada, na maioria das vezes somos bons meninos! 🙂

Agora andamos encantados com os smothies. Se bem que eu aldrabo um bocadinho a coisa! Eheheh

  

Então cá em casa eu junto 2 a 3 peças de fruta e um iogurte natural (dos normais ou grego) e no robot de cozinha processo tudo durante 1 minuto na velocidade 9, no final acrescento uma colherzinha de sementes de chia! Julgo que numa misturadora ou até mesmo com uma varinha mágica se consiga um bom resultado. 

Para pequeno-almoço ou lanche está a funcionar! É saboroso e sacia. 

E melhor ainda, já consegui converter o pequeno a esta maravilha também! 🙂 

Mamãs em forma

Quem já passou por uma (ou mais que uma!) gravidez, sabe bem o quanto pode ser difícil recuperar o corpinho pré-mamã.

Deixo-vos algumas dicas, agora que se aproxima o Verão 🙂
– beber 1,5L de água ou de infusões sem açúcar; hidratar é fundamental para que a pele possa recuperar o aspecto que tinha antes do “estica – encolhe”!
– dentro das infusões, costumo aconselhar a de cavalinha e vejo sempre bons resultados.
– fazer um detox de açúcar; o açúcar tem um efeito viciante, tal como qualquer droga; elimine por completo o açúcar durante pelo menos 2 semanas e sinta a diferença no seu organismo.
– ir ao mercado local ou à secção dos frescos do supermercado e abastecer a despensa com todo o tipo de frutas e vegetais, depois é só inventar sopas, saladas, legumes cozidos ou salteados…
– comer em pratos pequenos de forma a reduzir as quantidades ingeridas;
– definir horários para não saltar refeições!
– deixar o sofá e praticar algum tipo de actividade física 🙂
Desejo-vos uma preparação para o Verão muito saudável e bem sucedida 😀

 

Sandra Almeida é nutricionista, mãe da pequena Francisca e autora do blog Nutricionista Sandra Almeida. Colabora com o Sweet Caos a cada dia 10.

Ilustração: My Simple Life

Tem questões que gostava de ver respondidas por uma nutricionista? Envie um email para sweetcaos2@gmail.com

É fruta?

A alimentação dos miúdos é uma das maiores preocupações de uma mãe. Saudável, equilibrada, saborosa, colorida, and so on.
Antes de o meu miúdo nascer eu tinha bem definido como as coisas seriam, mas como todos sabemos, depois de ele nascer os nossos prognósticos valem o que valem.

Uma das minha ideias era que fruta seria fruta mesmo. Nada de boiões! Fruta fresquinha!

Percebi depois, ainda em bebé,  quando começamos a sair com mais frequência que levar fruta ralada de casa para o almoço ou jantar nem sempre era prático, já para não falar da dor de cabeça que é ralar apenas uma peça de fruta! É uma luta de titãs com a varinha e a fruta! Comecei então a levar de vez enquando uns boiões de fruta.
Os rótulos eram escrutinados ao máximo, todos os boiões que apresentassem no rotulo algo a mais que fruta já não serviam.
Por isso durante muito tempo os boiões da Blédina eram companheiros de viagem. E mesmo hoje em dia ainda tenho por habito te-los lá em casa para algumas ocasiões.

bledina

Os boiões desta marca tem ainda a vantagem de terem imensos sabores diferentes: Maça, Pera, Maça+Pera, Maça+Banana, Maça+Ameixa, Banana+Pêssego+Morango, entre outras.
Claro que agora é mais fácil porque o miúdo já consome a fruta inteira e desde que tenho a Bimby preparo fruta cozida que fica quase quase igual à dos boiões e que se aguenta bem no frigorífico por 3 dias. 🙂

IMG_6444

Por outro lado quando come fruta de boião também já não me pesa tanto na consciência porque na escola todos os dias a fruta é fresca, logo a correta alimentação está de alguma forma assegurada.

Sempre me fez confusão algumas marcas terem nos rótulos destes boiões coisas como: amido de milho, arroz, etc. Estamos a comprar boiões de fruta, certo?

Uma das marcas que tem os rótulos como eu gosto é a Nestlé. No entanto a Blédina é um bocadinho mais barata e está mais vezes em promoção e esse é o motivo para a escolha recair mais vezes na Blédina.
A Nestlé tem os copinhos Naturnes onde também existem muitos sabores e onde na sua maioria os rótulos apresentam apenas fruta e a vitamina C. Reparei por exemplo na exceção do sabor maça+manga, onde a manga provem de um concentrado de fruta.

Depois podíamos ainda entrar aqui na discussão plástico/vidro… mas não vamos por ai! hoje não!

Entretanto o ano passado, num dia de praia, estava com uma amiga que tem uma miúda da idade do meu miúdo e eis que na hora do lanche, eu: boião de fruta, colher, babete, guardanapo e ela tira simplesmente uma embalagem de fruta que se bebe! 😐
Como é que é????
Fiquei fascinada e rendida!!! Olhem lá a quantidade de tralha que vai reduzir! E é fruta mesmo? Deixa lá ver o rótulo! E era!

2-2_bolsitasnaturnes

Esta fantástica ideia da Nestlé é tão mas tão prática que nem queria acreditar quando li os rótulos e encontrei isto: Banana (50%), maçã (49,9%), sumo de limão, vitamina C e Banana (42%), pera (39,7%), maçã (15,4%), laranja (2,5%), sumo de limão e vitamina C.

É uma pena não haver mais sabores!!! Acreditem!

Entretanto outras marcas começaram a fazer o mesmo estilo de embalagem mas a Longa Vida por exemplo recomenda que esteja no frigorífico, o que não dá jeito nenhum quando andas com a embalagem da fruta numa mochila.
O único sitio onde se encontra destas embalagens com muitos sabores é no Pingo Doce.  A marca Byba Baby presumo que venda em exclusivo para esta cadeia de hipermercado, existe banana+maça, frutos tropicais, frutos vermelhos, etc, mas infelizmente em alguns dos casos nos rótulos há muito mais do que fruta. O que é uma pena, sendo que o Pingo Doce com as frequentes promoções chega a vender cada pacotinho destes a 0,49€. Normalmente custam 0,74€ e os da Nestlé 0,99€.

strawerrybanana

 

Vai dai que de rótulos bons com esta embalagem tão prática estamos rendidos à Nestlé.
E não é que a Nestlé no outro dia lancou um passatempo no facebook em que ia sortear 200 cabazes com estes pacotinhos de fruta! 🙂
E vai dai que aqui a mamã foi uma das felizes contempladas!!! Yeahhhh!!!!

Mas a parte melhor está para vir! A Nestlé enviou-me o cabaz por correio registado!
Eu como boa parola não estive atenta e vai dai que não vi o registo a tempo e a encomenda foi devolvida!
Mandei um e-mail para o apoio ao cliente da Nestlé a explicar que tinha estado ausente e que quando tentei levantar a encomenda ela já tinha sido devolvida.
Eu não sei se vocês são como eu, mas eu acho sempre que ninguém vê aqueles emails gerais das empresas! Tudo o que seja geral@qqcoisa ou info@qqcoisa parece-me sempre que cai no vazio da internet!
Mas não é que passado uns dia recebo uma resposta toda simpática da Nestlé a dizer que o meu prémio tinha sido enviado novamente e ainda me informaram do nr. do registo para eu seguir o correio. (não fosse eu distrair-me outra vez!!)
É assim mesmo que um serviço de apoio ao cliente deve funcionar sempre!
Melhor que isto só a H&M que nos liga logo após solicitarmos alguma coisa por email.

E eu já não tão parola desta vez, estive atenta ao correio e o cabaz para o miúdo chegou!

  

E vocês? É sempre fruta fresca? Ralada ou inteira? E boiões? E esta inovação?

 

 

 

 

6 dicas para uma Páscoa mais saudável

Este ano a Páscoa é mais cedo que o habitual, ou seja, as tentações gastronómicas do Natal ainda agora acabaram e já começaram as da Páscoa!!!

Se os adultos têm dificuldade em resistir aos excessos nestas épocas festivas, imagine as crianças… Coelhos de chocolate, ovos de chocolate, amêndoas de todos os tipos, folares… a quantidade de açúcar ingerida pela maioria das crianças nesta altura do ano não é DE TODO aconselhável.

Deixo então algumas sugestões para que a Páscoa dos mais pequenos seja mais saudável:

  • não ofereça ovos ou coelhos de chocolate grandes, escolha os mais pequenos e embalados individualmente;
  • esconda os chocolates e vá oferecendo à criança gradualmente;
  • procure chocolates com uma maior percentagem de cacau, sendo o chocolate branco a pior escolha;
  • esqueça os chocolates “sem açúcar”; o açúcar é retirado mas a quantidade de gordura é maior;
  • as amêndoas propriamente ditas são muito saudáveis, o problema é a cobertura; apresente à criança as amêndoas sem qualquer cobertura doce, com pele ou laminadas;
  • os ovos mais saudáveis de todos são… os verdadeiros 😀 Coza alguns ovos (galinha, codorniz, pata), agarrem em pincéis e tintas e pintem os ovos em conjunto! Depois escondam os ovos e façam uma caça ao tesouro! Assim sempre queimam calorias em vez de só as ingerir 😉

Feliz e saudável Páscoa para todos!

 

Sandra Almeida é nutricionista, mãe da pequena Francisca e autora do blog Nutricionista Sandra Almeida. Colabora com o Sweet Caos a cada dia 10.

Ilustração: My Simple Life

Tem questões que gostava de ver respondidas por uma nutricionista? Envie um email para sweetcaos2@gmail.com

Adoçar sem açúcar

Os nossos bebés já nascem a saber distinguir o doce e o amargo, com clara preferência pelo doce, algo perfeitamente natural tendo em conta que o leite materno é bem docinho. 🙂

E aqui está a principal diferença que vos quero falar hoje – uma coisa é o leite (seja o materno ou o de vaca) ser naturalmente doce, outra coisa é adicionarmos açúcar a tudo o que ingerimos!

Assim sendo, a melhor forma de adoçar a boca dos nossos bebés é usando alimentos naturalmente doces mas muito saudáveis.
Sabem do que estou a falar, certo?
Isso mesmo: FRUTA!!!
Adicionar fruta aos iogurtes naturais, às papas caseiras, às saladas e até às sopas, é a melhor forma de adoçar a alimentação diária do seu bebé.

Após os 12 meses (dependendo da opinião médica poderá ser mais tarde), MEL, CANELA e farinha de ALFARROBA também podem ser usados para dar sabor a diversas refeições, sem usar açúcar.

Para os dias especiais em que há bolos e outras doçarias, a STEVIA pode ser usada como substituto do açúcar.
A stevia é uma planta com um sabor muito doce que pode ser usada fresca ou seca e já se encontra facilmente à venda nos hipermercados.

Atenção que os adoçantes/edulcorantes não são aconselhados para crianças!

Deixo uma sugestão para um lanchinho dos mais pequenos, e graúdos também, que eu faço sempre a mais para lanchar com a filhota 😉

– 1 iogurte natural ou de aromas
– 2 colheres de sopa de flocos de aveia
– 1 banana esmagada ou partida aos bocados
– 1 colher de sobremesa de sementes de chia

Misturar tudo e saborear 🙂

 

Sandra Almeida é nutricionista, mãe da pequena Francisca e autora do blog Nutrir Sentimentos. Colabora com o Sweet Caos a cada dia 10.

Ilustração: My Simple Life

Tem questões que gostava de ver respondidas por uma nutricionista? Envie um email para sweetcaos2@gmail.com

Alimentos fundamentais no Inverno

No Inverno, a alimentação de crianças e adultos pode sofrer grandes alterações: a fruta e as saladas tornam-se menos apetecíveis com o frio, é mais difícil beber a quantidade diária de água recomendada, os iogurtes são muitas vezes substituídos por leite com chocolate… Estas alterações podem levar a uma diminuição significativa da ingestão de vitaminas e minerais, diminuindo as defesas do nosso organismo e tornando-o mais susceptível a determinadas doenças, nomeadamente gripes e constipações.
Para contrariar esta tendência e aumentar a ingestão de nutrientes, podemos utilizar alguns truques:

– sopa de legumes: rica em vitaminas e minerais, água e muita fibra. Comecem sempre as refeições com um prato de sopa de legumes. Se a criança não gostar de sopa, ofereçam sempre legumes cozidos ou salteados no prato.
– leite quente com cevada ou canela: em vez de utilizar o típico chocolate em pó para dar um sabor diferente ao leite, porque não apostar na cevada (ou misturas de cereais sem café) ou na canela?
infusões quentes: para aumentar a ingestão diária de água, utilizem os chás quentes. Os adultos saudáveis podem beber qualquer tipo de chá ou infusão, as crianças devem evitar os chás (preto, verde, branco) e optar por infusões tipo camomila ou cidreira.
Para a prevenção de gripes e constipações, além da ingestão adequada de todos os nutrientes, devemos ter especial atenção com a vitamina C. Esta vitamina é um poderoso antioxidante e ajuda a fortalecer o sistema imunitário. As principais fontes de vitamina C são: citrinos, kiwis, bróculos, couves de bruxelas, salsa, morangos, tomates e acerola.
O alho é também um alimento muito importante no Inverno pois tem propriedades antivíricas, bactericidas e anti-sépticas, sendo considerado como um “antibiótico natural”.
Para além dos alimentos, as plantas medicinais também nos podem ajudar a passar o Inverno sem gripes. A Equinácea é a planta mais utilizada para este efeito pois estimula o sistema imunitário.
Sandra Almeida é nutricionista, mãe da pequena Francisca e autora do blog Nutrir Sentimentos. Colabora com o Sweet Caos a cada dia 10. 
Tem questões que gostava de ver respondidas por uma nutricionista? Envie um email para sweetcaos2@gmail.com

Dicas para um Natal mais saudável! 

O Natal está a chegar e traz com ele muitas tentações gastronómicas tanto para graúdos como para miúdos!

Como já devem ter percebido noutros posts, não sou nada fundamentalista e acredito que estes convívios à volta da mesa são para serem aproveitados sem culpas, mas podemos sempre tentar minimizar os danos 😉

 Eis algumas dicas:

− O Natal comemora-se a 24 e 25 de Dezembro; dia 26 já não é Natal!!! Isto significa que não devemos continuar a consumir tudo o que é sobras natalícias até à passagem de ano. Se o Natal for fora, tentem não trazer nada para casa, se for em casa tentem fazer quantidades razoáveis.

− O forno é um grande aliado para diminuir o uso da frigideira. As rabanadas ficam muito boas se forem a dourar ao forno em vez de fritas e ficam muito menos calóricas.

− As espetadas de fruta com as cores do Natal (uvas verdes, maçãs verdes, morangos, framboesas, etc) são uma óptima forma de comer fruta nesses dias.

  
Estas espetadas não estão com a cor do natal pois foram para um aniversário mas estão lindas na mesma! 🙂

− O bolo de legumes tão falado aqui no blog também é uma excelente opção pois é verde e pode ser decorado com frutas vermelhas.

IMG_7137

− Se quiserem diminuir o açúcar das receitas, as melhores alternativas são o mel e a stevia.

− Não ofereçam doces aos pequenotes e guardem os que lhes oferecerem para irem distribuindo pelos meses seguintes.

− Escolham as vossas sobremesas preferidas e comam apenas essas em vez de andarem a petiscar um pouco de tudo o que está na mesa.

   

Que os excessos desta época sejam todos em amor, carinho e convívio, em vez de puro consumismo tanto nos presentes como na comida 😉

 Um excelente Natal para todos!

Sandra Almeida é nutricionista, mãe da pequena Francisca e autora do blog Nutrir Sentimentos. Colabora com o Sweet Caos a cada dia 10. 

Tem questões que gostava de ver respondidas por uma nutricionista? Envie um email para sweetcaos2@gmail.com

A foto da mesa pertence aqui

Bolo de Legumes!

Antes de começarem a fazer cara feia após lerem o titulo deste post pensem naquele bolinho fantástico de cenoura que todos nós já comemos.
Agora que já tiraram essa cara feia (espero!) vamos ao que interessa! 🙂

O meu miúdo está com quase dois anos e já sabe bem distinguir um bolo de uma bolacha ou de um pão. Portanto a parte de o enganar com uma bolachinha enquanto os adultos comem bolo, acabou!

Por isso mesmo decidi por em prática o hábito de ter bolos do mais saudável possivel, ou seja, que por um lado saibam bem e por outro não façam tão mal!

Há vários motivos para ter escolhido os bolos de legumes:
1º-  o facto de levarem legumes! (Esta era óbvia!)
2º- o facto de não levarem leite! (Já aqui disse mais que uma vez que o miúdo é alérgico à proteína do leite de vaca!)
3º- o facto de no meu ponto de vista serem mais saudáveis que os outros bolos.
4º- ficam giros, cheios de cor e sem usarmos corantes!

  

Já experimentei de agriões, de abóbora e de espinafres. Garanto-vos que o de agriões é divinal!

E depois se tiverem visitas podem sempre por uma cobertura e ficam com um bolo digno de doçaria.

Este fim-de-semana por exemplo fiz bolo de espinafres com cobertura de chocolate.

    

Sendo que para fazer a cobertura usei apenas metade de uma tablete de chocolate de culinária e 80gr de natas de soja. Ah, também já não uso óleo, substituo-o por courgette!

Vá não voltem a por essa cara, fica a saber a bolo igual! ehehehhe

Digam lá que não tem bom aspecto!!! 

Deixo-vos aqui uma receita que podem usar para fazer bolo de agriões. Experimentem!
Fica em versão bimby mas é fácil adaptar à versão manual 🙂

  • 4  ovos
  • 1 pitada de sal
  • 200 g açúcar
  • 50 g agriões
  • 100 g corgette ou óleo 
  • 100 g água morna
  • Raspa de 1 limão
  • 200 g farinha
  • 1 colher de sopa de Fermento em pó para bolos

Coloque no Tampa fechada a “borboleta”, as claras, o sal e programe 4 min/ vel 3 1/2. Retire para uma taça e reserve.

Aqueça o forno a 180º C. (Eu não usei o forno! Já falamos sobre isso!)

Sem a “borboleta”, deite no Tampa fechada o açucar, os agriões, o óleo e as gemas e programe 10 seg/vel 6, com a ajuda da espátula baixe o que ficou nas paredes do copo.
Adicione a água, a raspa de limão e programe 1 m/vel 9. Com a ajuda da espátula baixe o que ficou nas paredes do copo.
Incorpore a farinha, o fermento e programe 15 seg/vel 3.
Retire e envolva delicadamente com as claras reservadas utilizando uma vara de arames.
Deite numa forma untada e polvilhada.

Leve ao forno cerca de 25/30 m.
Eu optei por cozer na varoma. Usei uma forma de alumínio tapada com película aderente! Sem furinhos nenhuns!
Coloquei dentro da varoma e pus a tampa.

16648_forma_alum_bol_cone_n18_damiao_4

1,5L de água no copo, temperatura varoma, 60 minutos, velocidade 1. Atenção que a minha versão é a TM5!
Se acharem que precisa de cozer mais aumentem o tempo.

Preparação da Cobertura de chocolate para dias de festa!

* 100g de chocolate de culinária
* 80g de natas de soja

Bimby: usei a cobertura de chocolate do livro base.
Versão manual: derreta o chocolate partido em pedaços no micro-ondas (cerca de 2/3 m, potência 900).
Retire, mexa muito bem e vá juntando natas até obter a consistência pretendida.

Se quiserem experimentar o bolo de abóbora, peguem na receita tradicional de um bolo de cenoura e pimba, alterem o legume 🙂

Vá , deixem-se dos bolos mármores e de chocolate a toda a hora 😛

Beijinhos