A cor dos legumes está muito relacionada com a sua composição nutricional.

Por exemplo:

− alimentos de cor roxa (beringela, couve roxa) são ricos em antocianinas

− alimentos de cor vermelha (tomate, beterraba) são ricos em licopeno

− alimentos de cor amarela/laranja (abóbora, cenoura, batata doce) são ricos em carotenóides

 

Se juntarmos legumes da mesma cor numa sopa, estamos a potenciar o seu teor em determinado nutriente. Este é um assunto muito falado aquando da introdução das sopas na alimentação dos bebés, sendo recomendado por muitos pediatras que não se junte cenoura e abóbora na mesma sopa. Se à cenoura e abóbora ainda juntarmos a batata doce, muito usada para adocicar a sopa dos bebés, teremos uma sopa extremamente rica em carotenóides.

 

Efectivamente, a ingestão prolongada de alimentos muito ricos em carotenóides (como sopas contendo abóbora, cenoura e batata doce) podem aumentar os níveis de betacaroteno no organismo dos bebés.

 

Se isso é prejudicial? Não!

 Aquilo que acontece é que o bebé fica com um tom de pele mais amarelado pela acumulação do betacaroteno, mas isso não está minimamente relacionado com icterícia nem é prejudicial ao bebé.

 Ou seja, juntar legumes da mesma cor na sopa, incluindo a famosa junção cenoura e abóbora, não é nocivo para o bebé. Caso o bebé comece a ficar mais amarelado, pode diminuir esse tipo de alimentos no plano diário do bebé, mas sempre tendo noção que é uma questão meramente estética e não de saúde.

 

No entanto, deixo a ressalva: a diversidade é a grande base de uma alimentação saudável, logo variar os legumes que colocamos na sopa ou no prato dos pequenotes é fundamental!


Sandra Almeida é nutricionista, mãe da pequena Francisca e autora do blog Nutrir Sentimentos.

Tem questões que gostava de ver respondidas por uma nutricionista?  Envie um email para sweetcaos2@gmail.com 

A cada dia 10 a Sandra Almeida responderá a uma questão 🙂

Comentários

Bárbara
Author

Write A Comment