Normalmente começa assim:

Não.

Não podes brincar com isso.

Filho, isso não é para brincar.

Dà à mãe. Dá à mãe.

E acaba assim:

Pronto, não chora bebé.

Toma a/o (inserir nome de objecto pessoal que não é brinquedo).

É giro não é?

Brinca. Brinca.

Quem nunca deu um objecto impróprio a um bebé para evitar uma birra que atire o primeiro telemóvel…

 

Comentários

Sandra
Author

Write A Comment