Acabaram as férias por aqui. Neste novo ‘início’ de ano e após ponderarmos e procurarmos a melhor solução para nós, decidimos que estava na altura de o Sebastião entrar para a creche.

Nesta segunda fase de busca por um  espaço que achávamos adequado para ele, as coisas correram muito melhor que da primeira vez.

Acho que o nosso ‘bullshitómetro’ está mais activo e desta vez a escolha foi mais fácil.

As actividades correram muito bem mas já está na altura de um maior tempo de interacção, rotinas, sociabilização e todas aquelas coisas que fazem falta no desenvolvimento normal. Como continua muito trapalhão para falar também acreditamos que a escolinha pode dar uma ajuda nessa parte.

Antes de irmos de férias fomos algumas vezes com ele à creche para ele conhecer o espaço e brincar com os outros meninos e meninas.

Hoje começou a semana de adaptação a sério. Nos primeiros dias vai ficar apenas um período de manhã para se ambientar. Esse período vai aumentando até ficar o dia todo.

As manhãs começam com um: Não mãe! Não!

Quando precisamos que eles se levantem, é sempre difícil não é?

Quando percebe que vai à escola começa a ficar entusiasmado. Quer logo pôr a mochila e abrir a porta.

IMG_4606

Quando chegamos à creche ele entra disparado e vira-se para trás e diz: Tchau!.

Simples, sem choros, sem vergonhas, lá vai ele brincar.

Eu confesso que já me tinha preparado emocionalmente para o choro e abraços mas que não estava preparada para tanta independência logo assim à primeira.

Não pergunta uma única vez por nós ou pelas avós e quando a minha mãe o vai buscar, ele levemente vai buscar a mochila, calçar os sapatos e despedir-se dos coleguinhas.

Não podia estar mais contente com a facilidade de integração (pelos menos por agora, já sei que às vezes as coisas mudam de um dia para ao outro).

Tenho que vos confessar que é impossível não sentir um pouco de melancolia quando vejo a porta da creche fechar. Chegámos aqui tão rápido.

E por aí? Como foi o regresso à escola? Existem mais mamãs que deixaram os bebés pela primeira vez?

 

Comentários

Sandra
Author

Write A Comment