Existem coisas que me comovem profundamente. Às vezes basta olhar para o meu filho que fico comovida: uma expressão, uma festa no gato, o chamar-me a meio da noite só para dizer que gosta de mim. São pequenos momentos, únicos e irrepetíveis que me fazem derreter.

Hoje quero partilhar convosco um desses momentos. O Sebastião adora música. Verdade que agora está na fase das músicas infantis apesar de já ter ouvido John Lee Hooker.  Sempre que vai connosco no carro ele é que decide qual a música que ouvimos. Ele já teve algumas fixações como as músicas dos Doutores Palhaços ou aquelas colectâneas de músicas infantis e tradicionais, estes cd’s têm que estar sempre no carro. Em casa já se sabe que os Caricas e a Xana Toc Toc são sempre imperdíveis.

Agora o Sebastião tem um novo amor.

Numa das tardes que foi visitar a minha mãe revirou os cds todos. Passou a tarde a ouvir música, a tirar e a pôr cd’s até que parou num. Em 2004, 10 anos antes dele nascer, a cantora Adriana Calcanhoto gravou o seu primeiro cd de música infantil para o qual adotou o nome Adriana Partimpim Acho que todos conhecem pelo menos uma música desse cd que é a ‘Fico Assim Sem Você‘. Ficou logo vidrado neste cd e acabou por o trazer para casa. Há dois meses que apenas ouvimos este cd o carro. O cd é muito giro e ultrapassa as comuns músicas infantis com bastante crítica social e os poemas escolhidos são muito interessantes.

Vocês já sabem como são os miúdos, o défice de atenção é muito alto e a repetição é que é porreira. Normalmente não passávamos da música 5 ou 6 e só em viagens um pouco mais longas é que chegávamos ao fim do cd.

Até ao dia em que ele entra no carro a pedir a música ‘dos que têm medo’. Andámos para a frente e para trás até que finalmente a encontrámos. É a música 10 e chama-se ‘Saiba’, foi escrita pelo poeta Arnaldo Antunes que também já colaborou com os Clã.

Depois pediu para levar o cd para casa. Colocou o cd no leitor, fechou a porta da sala, procurou esta música e encostou o ouvido à coluna. Ali ficou completamente absorvido pela música. E assim aconteceu um dos momentos que me comovem.

Provavelmente não conhecem esta música. Eu não conhecia. Mas este poema é maravilhoso e o modo como toca o meu filho é realmente comovente.

Diz assim:

Saiba: todo mundo foi neném
Einstein, Freud e Platão também
Hitler, Bush e Sadam Hussein
Quem tem grana e quem não tem

Saiba, todo mundo teve infância
Maomé já foi criança
Arquimedes, Buda, Galileu
E também você e eu

Saiba, todo mundo teve medo
Mesmo que seja segredo
Nietzsche e Simone de Beauvoir
Fernandinho Beira-Mar

Saiba: todo mundo vai morrer
Presidente, general ou rei
Anglo-saxão ou muçulmano
Todo e qualquer ser humano

Saiba, todo mundo teve pai
Quem já foi e quem ainda vai
Lao Tsé Moisés Ramsés Pelé
Ghandi, Mike Tyson, Salomé

Saiba: todo mundo teve mãe
Índios, africanos e alemães
Nero, Che Guevara, Pinochet
E também eu e você
E também eu e você
E também eu e você…

Mas se querem ter a experiência total, ouçam a música. A reacção dele continua igual, apesar de a ouvir várias vezes. Ouvir esta música é um ‘momento’ dele. E um dos meus favoritos.

 

 

Comentários

Sandra
Author

Comments are closed.