O P é de PROTEGER. Proteger dos maus, dos parvos, da estupidez, da má ignorância, das doenças, dos mal-estares, dos bandidos, dos corruptos e da corrupção, das tristezas e das desilusões. Enfim, de tudo o que faça mesmo mal mas deixando espaço para darem umas turras, porque assim é que se aprende a sério.

O A é de AMAR. Incondicionalmente e intemporalmente. Acho que é mesmo a minha função principal, amá-los até não poder mais.

O I é de INSTRUIR. Como alguém disse, um perito é alguém que sabe como não fazer. Eu sou perito nisso e tento instruir os meus filhotes para que o sejam também, pelo menos sem ter de passar por todos os falhanços por que eu passei.

O resto é tentar deixá-los perceber que tenho um orgulho imensurável em todos eles, e que não consigo ficar chateado muito mais de umas horas.

João Geada
Pai da Joana, do Manel, da Maria do Mar, da Francisca e do Guilherme

Comentários

Comments are closed.