Tag

brinquedos

Browsing

Alegria! Alegria!

Estou completamente apaixonada pela Alegria. Uma ideia tão simples que me faz pensar: Porque raio não me lembrei disto antes?

A Alegria é uma marca de produtos para criança. A maior parte desse produtos é feito em crochet! Sim, crochet! Se forem como eu, a vossa avó tentou-vos ensinar quando eram pequenas e vocês sempre se recusaram a aprender. Acho que sei fazer um cordão e pouco mais.

Mas esqueçam os naperons para pôr em cima da televisão. Este crochet é colorido, tem formas e é muito fofinho.

IMG_5724

A Alegria tem, neste momento, 3 linhas de produtos:

Alegria Bath – Produtos para o banho

Alegria Play – A colecção de brinquedos

Alegria Sleep – Roupa de cama

A Alegria enviou-nos produtos da linha Bath e Play (Obrigada Alegria!) para darmos a nossa opinião e adorámos.

A colecção Bath é composta por panos para banho. Estes panos substituem as vulgares esponjas naturais que passado algum tempo se começam a desfazer em pequenos pedaços. E quais são as principais vantagens (tirando o facto de serem lindos de morrer)?

Consoante o tipo de ponto utilizado a textura do pano fica diferente, promovendo uma maior ou menor exfoliação. O crochet é mais poroso, logo seca muito mais rápido do que se optarmos por uma toalha, evitando a criação de bolor. Por causa da textura, fazem muito mais facilmente espuma. E para mim, a parte que acho fantástica, é se virmos que já não está em ‘condições’ é só pôr na máquina de lavar roupa e fica como novo.

A Alegria pensou que idades diferentes requeriam logicamente crochets diferentes. Assim podem encontrar paninhos para bebés muito macios, mais pequenos e com cores vibrantes, que servem também para a brincadeira na hora do banho. O modelo Kids são para crianças um pouco maiores, representando frutos e feitos com um ponto diferente, permitem que os miúdos aprendam a se lavar sozinhos usando as duas mãozinhas. E depois temos as luvas perfeitas para os papás, mamãs e manos e manas mais velhos.

A colecção Play é simplesmente uma delícia.

Brinquedos em crochet, coloridos e macios para encher o quarto dos miúdos de fruta e legumes.

 

O Sebastião adorou o pimento! Ele já reconhece e identifica as formas, para ele este tipo de brinquedos já estimula o seu imaginário (papa mamã, papa) e é perfeito para a sua cozinha. Para bebés mais pequenos são tão fofos e macios que são perfeitos para andar com eles para todo o lado.

Os produtos são muito giros, não são?

Podia acabar por aqui e já era o suficiente para vocês irem dar uma vista de olhos no site e descobrirem por vocês a Alegria.

Mas e seu vos disser que o trabalho em crochet é desenvolvido por artesãs brasileiras, respeitando as directrizes do comércio justo e que a Alegria contribui através do Save the Children para ajudar crianças menos privilegiadas?

Ganha tudo mais importância não é?

Cada peça em crochet é feita por uma artesã, mulheres já reformadas ou mães que utilizam os seus conhecimentos desta arte e se aliaram à Alegria para trazerem estes produtos tão giros a todas as crianças e por um preço justo pelo seu trabalho e acessível às famílias.

Tenho que confessar que antes sequer de conhecer os produtos da Alegria, este foi realmente o facto que me causou mais curiosidade. Neste mundo industrializado é sempre uma lufada de ar fresco ver o artesanato a ganhar proporções de marca.

Depois quando tive os produtos na mão e comprovei a qualidade com que são confeccionados e confirmei os valores ao que são vendidos tive a certeza que são sem dúvida uma Alegria em qualquer casa.

O género dos brinquedos

Nesta fase em que os nossos miúdos estão, a brincadeira não tem género. A Bárbara já falou aqui desse assunto.

Se existe coisa que o Sebastião adora é brincar na cozinha. Adora as panelas, os tupperwares, abrir e tirar coisas dos armários, ajudar-nos a usar o microondas ou a tirar um café. Quando chegou o Natal não tínhamos dúvidas nenhumas que a prenda ideal seria uma cozinha de brincar fornecida com acessórios oferecidos pelas avós e amigos.

Com esta decisão entrámos no universo dos brinquedos divididos por géneros. A nossa escolha para o nosso bebé é uma prenda de ‘menina’. Descobrimos que tudo o que se encontra ligado à cozinha, está concentrado no mesmo corredor. Um corredor muito muito cor-de-rosa e em que tudo é muito muito cor-de-rosa. As pequenas réplicas de máquinas de lavar, aspiradores e microondas eram realmente muito fidegnas aos originais tirando o facto de serem, a maior parte, em cor-de-rosa. 

Não me levem a mal, eu adoro cor-de-rosa, mas se eu tivesse uma cozinha toda cor-de-rosa provavelmente vivia em L.A. e tinha um reality show no canal E!

O role playing é uma parte essencial no desenvolvimento das crianças, ao copiarem os adultos vão desenvolvendo as suas capacidades motoras e a imaginação. 

Continuar a posicionar todos os artefactos ligados a uma cozinha com o papel feminino é assim como que simplesmente… parvo.

Os catálogos de brinquedos continuam a ser organizados por brinquedos para meninas e para meninos, as lojas continuam a incentivar esta divisão e os meninos que gostam de brincar com cozinhas ou bebés ficam de fora.

Uma criança brinca com o que lhe der prazer independentemente do seu género. Essas divisões são feitas pelos adultos, elas não existem nas suas cabeças.

Eu continuo a achar que em pleno século XXI, onde a divisão de tarefas é cada vez maior, em que a televisão é inundada de programas de culinária e onde os maiores Chefs do mundo são homens, vender cozinhas cor-de-rosa é parvo (já disse isto, não disse?).

Será que não é possível brincar sem rótulos?

Esconde! Esconde! 

Os miúdos todos os dias nos surpreendem!

Uma palavra nova, uma expressão facial de gozo, reflexos de personalidade e mostras de pensamento autónomo! 

Ultimamente tenho me deliciado com duas coisas em particular! Uma, o saber sempre onde põe tudo. Duas, o perceber exactamente para onde foram as coisas.

Eu explico! 🙂

Estamos a brincar e ele coloca os bonecos dentro dos carrinhos. No dia a seguir se lhe perguntarmos por eles, vai lá direitinho buscá-los!

Às vezes faz de propósito e esconde algum brinquedo. Passado dois ou três dias se lhe perguntarmos ou se ele se lembrar dele vai buscá-lo onde o escondeu!

   

 

Eu acho isto o máximo! Principalmente porque cá em casa na maioria das vezes não sabemos onde pomos nada! Eheheheh

Outra coisa é saber exactamente para onde foram as coisas! 

Se estiver a brincar com uma bola e ela for parar atrás de uma cortina ou debaixo do sofá ele sabe que está lá! E vai buscar, ou tenta! 🙂 

  

Estes pensamentos fazem-me rir porque já me aconteceu andar à procura de alguma coisa dele e ele rapidamente a vai buscar! 

Bem sei que a memória deles está mais fresquinha que a nossa e que a nossa, ao contrário da deles, está cheiinha de coisas que temos que nos lembrar e fazer, mas não deixo de reparar e de me encantar! 

É tão bom vê-los a crescer! 🙂 

Os não brinquedos! 

Já hoje se falou aqui no blog sobre brinquedos e em como muitas vezes os “não brinquedos” são muito mais interessantes!

Basta ver os miúdos a brincarem com os tupperwares ou os chinelos e perceber que não há nada a fazer para contrariar isso!

Mas a mim o que me fascina é a paixão pela esfregona, pela vassoura e acessórios afins! Será que dura pelo menos mais 20 anos?  😜

Nós por cá até já temos um vassoura em miniatura e a seguir marcha o aspirador! Nunca se sabe se o bicho da limpeza pega e passamos a ter um ajudante à séria cá em casa! Não custa tentar! 😉 ehehehe

Beijinhos Bárbara

Atira ao chão!

Tenho o miúdo naquela fase em que tudo vai parar ao chão. Tudo!
É o brinquedo, a colher, a papa, o telemóvel, o biberão,  a chupeta, TUDO!

Ele acha piada, ri-se, maravilha-se com a brincadeira.

E nós dizemos que não lhe damos mais nada para as mãos, que as coisas não são para se atirar ao chão, e ele ri-se!
Passado um bocado já nós lhe demos mais alguma coisa e ele recomeça a brincadeira.

Já sei que é normal, que faz parte, que depois passa. Mas até lá não vamos ganhar nenhum problema de coluna? 😛

E as mudas da fralda? É que de atirar as toalhitas ao chão até por a mão numa fralda com presente são 2 segundos!!
Imaginem!