Tag

correr

Browsing

O correr dos dias! 

Sou só eu que acho que os dias passam a voar?

Hoje cheguei a casa com os miúdos às 18:30 e só me sentei para jantar. E  já passava das nove!! 

O que fiz? Entre sopas, jantar, preparar banhos e arranjar roupas nem eu sei bem o que andei a fazer e como é que o tempo passou tão depressa!!! 

Já no último fim de semana fiquei com a sensação de que nem tinha aproveitado os miúdos apesar de termos estado quase 24/24h juntos! 

Acredito que há fases mais atarefadas que outras, e acho que estou numa dessas fases! Sou muitas Bárbaras ao mesmo tempo e ainda não encontrei um equilíbrio nem uma rotina mas hei-de lá chegar! 😉

Meio ano de andanças!

O meu miúdo ainda vai fazer 15 meses e já anda há 6!!

 

Foi um despacho! E entre o rastejar e o andar, nunca soube estar parado e foi num ápice!

Já nem sei como é ter um bebé que não se desenrasca, que não vai buscar o que quer, que não se põe no chão enquanto acabo de me vestir.

IMG_5317-0  IMG_5351

 

Por outro lado… Já não sei o que é vê-lo quieto, ou irmos passear no Shopping ou à beira-mar com ele no carrinho! Só quer mundo e só quer andar! Se vê o carrinho arranca num berreiro que nem é bom!

Mas apesar disso acho que as nossas rotinas ficaram muito melhores agora!

E entre o jogar à bola e o ir pelo pé dele para o infantário, lá vamos criando as mazelas dos tombos! Mas ele anda tão bem!

 

 

Anda, corre! É mais isso, corre!

Corre mamã, corre!

Sempre fui magra!
Quando engravidei pesava 48kgs! Sim, 48kgs e não era esquelética, era magra!
Também não era extremamente magra, era magra!
Daquelas magras saudáveis, que tem cochas e rabo e etcs e tais e que se sentem bem!
Sou baixa e estreita e portanto 48kgs era para mim um excelente peso.

Durante a gravidez não tive desejos, se calhar porque nunca deixei nada para desejar!
Comi muito, muito! Tão muito que engordei 26kgs!!
Devagarinho vá lá: vin-te-e-se-is-qui-los!

Apesar do enorme aumento de peso nunca nenhum médico me encaminhou para a nutrição, eu continuava (segundo alguns) magra, estava era grávida! E que grávida! Fiz uma barriga daquelas!!
Daquelas que com 6 meses as pessoas já acham que estás no final do tempo ou então ao saberem k são só 6 meses perguntavam se era gravidez de gémeos!!

Quando o pequeno nasceu, dez quilos foram logo à vida deles no primeiro mês. E eu pensei (inocente!!!) que o resto também ia ser canja!
Não foi e não é!
Sempre acreditei que temos 12 meses para o nosso corpo voltar ao normal e como dei de mamar durante 11 meses também não pensei em dietas nem exercícios durante esse tempo.
Agora passados os 12 meses é hora de avaliar a questão!

Estou a pesar quase 54kgs. Sem dietas, sem exercícios, sem o chamado “cortar à boca”.
Acho que voltar aos meus 48kgs, sim eram os meus kgs magníficos, será difícil. Tenho algumas alterações no corpo que o afetam.
Por isso tenho a meta dos 50kgs! E uma vez que os 12 meses já passaram e os dias até estão bonitos está na hora de galgar!

praia
A mamã começou a correr! E hoje ao 2º dia até os dedinhos me doem!
Mas estou satisfeita e espero não desistir!!
Resiliência não é a palavra da moda? 😉

E vocês mamãs desse lado? Engordaram muito na gravidez? E a perda de peso foi natural ou precisaram de uma ajudinha?

beijinhos
Bárbara

re·si·li·ên·ci·a
substantivo feminino1. [Física] : Propriedade de um corpo de recuperar a sua forma original após sofrer choque ou deformação.
2. [Figurado] :  Capacidade de superar, de recuperar de adversidades.
“resiliência”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/resili%C3%AAncia [consultado em 19-02-2015].