Tag

Flor

Browsing

Parabéns Flor

Hoje faz um ano que nasceu a pequena Flor.

Parece que foi ontem, que recebi a notícia. A vida fica tão mais bonita com um bebé.

Parabéns Bárbara e Pedro pela linda família que criaram. Parabéns ao Vinny por ser o mano crescido. Parabéns Flor, que sejas feliz… todos os dias.

Este é para ti…

TIVESSES TU NASCIDO UMA FLOR

Tivesses tu nascido uma flor
Serias, sim, como as flores do campo.
Tivesses tu nascido uma flor
Os jardins seriam mais belos!

Como uma canção de amor,
pelo ar, a fluir,
a Alegria não teria sorriso tão lindo assim:
o sorriso mais simples
e o mais encantador!

Tivesses tu nascido uma flor
– não é nenhum exagero –
Tivesses tu nascido uma flor
o mundo teria muito mais cores!

Por que tudo em você inspira poesia
e a própria Poesia se inspiraria em você
E a vida inteira seria o mais doce sonho
se tivesses tu nascido uma flor…

Tivesses tu nascido uma flor
Serias tu o próprio Encanto
Serias mais que tudo que há de belo…
Por que, minha querida, tudo em você é incrível!

Tivesses tu nascido uma flor
serias, sim, como as flores do campo:
As mais humildes,
as mais inebriantes,
e as mais belas!
– E serias, ainda, a flor mais linda do mundo!

Augusto Branco

Nasceu!

Seguidores e amigos, papás e mamãs, é com imensa felicidade que partilho convosco o nascimento de mais um bebé no Sweet Caos.

Hoje é um dia muito especial, a nossa ‘família’ cresceu (e eu ganhei mais uma sobrinha).

Parabéns à Bárbara, ao papá Pedro e ao mano Vicente.

Bem-vinda Flor.

Pequenina

És pequenina e ris … A boca breve
É um pequeno idílio cor-de-rosa …
Haste de lírio frágil e mimosa!
Cofre de beijos feito sonho e neve!

Doce quimera que a nossa alma deve
Ao Céu que assim te faz tão graciosa!
Que nesta vida amarga e tormentosa
Te fez nascer como um perfume leve!

O ver o teu olhar faz bem à gente …
E cheira e sabe, a nossa boca, a flores
Quando o teu nome diz, suavemente …

Pequenina que a Mãe de Deus sonhou,
Que ela afaste de ti aquelas dores
Que fizeram de mim isto que sou!

Florbela Espanca, in “Livro de Mágoas”